SVicente's Blog

Follow me and you'll know what I like to do

Estrada Real – Juiz de Fora/Petrópolis (jun/2012)

PessoALL, depois de um tenebroso “inverno” sem praticar cicloturismo, voltei à carga com força total, uma nova bike, uma nova proposta… Senti uma forte expectativa em retornar, claro, depois do atropelamento de frente por uma jamanta descendo a ladeira sem freio, mas “tudo bem”.

Escolhi a Estrada Real, uma velha companheira, mais um trecho para conhecer e valeu a pena! Gostei bastante desse pedaço, dá para fazer numa boa, sem ter que ser uma bici último modelo, “top”, essas coisas todas. A WBT se saiu bem para estréia. Deu para sentir que precisa de algumas “adaptações” para vôos mais altos, mas tem futuro. Vou investir nela. O resto é preparo físico, afinal, quem pedala é o ciclista.

O trecho de Juiz de Fora a Petrópolis foi feito em um dia e meio, 146km. Algum esforço no final do primeiro dia, pela subida de Paraíba do Sul a Secretário e depois até Itaipava. As fotos podem ser acompanhadas no meu álbum Picasa; e lá vou fazendo alguma descrição para ajudar a sentir como que foi. É só clicar aqui…

O tempo ajudou DEMAIS, nem frio nem calor, nem sol nem chuva. Ou seja, é tudo que todo cicloturista sempre imagina. Conjunção astral. Daí a boa quilometragem. Só fiquei sem farol uma parte do caminho (1 hora) e tive que pedalar com cuidado, mas Todos os Santos colaboraram, como sempre tem sido.

Agora, é se preparar para outras jornadas, porque a AVENTURA não pode parar. [[ Dá-lhe, Paulo!!! ]]

Como outro grande amigo meu comentou, não dá para simplesmente vir um f.d.p. e, do nada, mudar minhas convicções.

Clique para ir direto ao álbum no Picasa.

Altimetria do percurso

Altimetria do percurso

June 7, 2012 - Posted by | Bike | , , , ,

4 Comments »

  1. Bom saber que está de volta. Faremos logo outra juntos.

    Comment by Robero cão Mafra | June 22, 2012 | Reply

  2. O 1o. comentário q eu msm faço deste trecho na E.R. é sobre a infraestrutura de hospedagem para cicloturistas ou caminhantes: ZERO. Em comparação com o que eu pude ver lá fora, aqui não pensam no turista sem grandes posses ou que resolve realizar um projeto de “baixo custo”. Não vi pousadas, albergues, nem campings com essa proposta. Só hotel de luxo, hotel fazenda. Aí se vc está sozinho ou orçamento ($) reduzido, não encaixa.

    O trecho é bonito, coisa-e-tal, vale a pena… Mas, vc acaba ficando sem opção. Resumindo: brasileiro ainda não sabe ganhar dinheiro com turismo sustentável. Do discurso para a prática, vai muita diferença ainda.

    Comment by svicente99 | June 22, 2012 | Reply

  3. fico feliz em ver o amigo q voltou pro pedal!!!
    Go for it!

    Comment by JC | June 22, 2012 | Reply

  4. O lance é ter disposição, a bici é o de menos. Difícil é largar esse vício. Domingo agora vou fazer uma “curtinha” (120k).

    Comment by svicente99 | June 22, 2012 | Reply


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: