SVicente's Blog

Follow me and you'll know what I like to do

Brasil = País das Tragédias

(Aqui posso me expressar melhor que dentro dos 140 chars do Twitter, rs…rs…)

Rompimento da Barragem da Samarco, em Bento Rodrigues , Mariana (MG), 2015, deixou 19 mortos e ninguém punido - faz 1 ano.

Rompimento da Barragem da Samarco, em Bento Rodrigues , Mariana (MG), 2015, deixou 19 mortos e ninguém punido – faz 1 ano.

Eu acho curioso, revoltante, tragicômico, contraditório, e mais um monte de outros sentimentos intrigantes, nós (a imprensa, o governo, as organizações sociais de um modo geral) estarmos comentando, debatendo nesta semana o caso da tragédia do rompimento da barragem da Samarco em Bento Rodrigues, Mariana, MG, enquanto sequer conseguimos resolver outras tragédias igualmente significativas, dado que um volume grande de vidas foram ceifadas, famílias inteiras arrasadas.

Foi com o Bateau Mouche que eu vivi na década de 80, naquele Natal em que 55 seres humanos se perderam numa noite de reveillón, quando celebravam a vida! E ninguém foi preso, ninguém pagou por aquilo até hoje! Inúmeras folhas de processo judicial escritas para NADA!

Na década de 90, tivemos o *famoso* Massacre do Carandiru – 111 mortos. Ninguém punido de verdade, nada apurado. Um filme retratou a barbárie que repercutiu mundialmente, mas aqui no Brasil mesmo, NADA se responsabilizou.

Ainda no final da década de 90, tivemos o Massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará. Nem se sabe exatamente quantos morreram naquela disputa facínora e idiota, mas pelo menos 10 manifestantes se foram. O governo (na época, o FHC) falou que ia apurar e… NADA!

Já no século XXI, tivemos dois acontecimentos que eu achei muito marcantes: a tragédia da Região Serrana do RJ em 2011. A lista oficial apontou 918 mortes (!!!), mas a dimensão certamente foi muito maior; algumas fontes chegam a citar números 5, até 10 vezes maior.

Na Região Serrana do estado do Rio de Janeiro, em 2009, violentos deslizamentos de terra causados por uma chuva torrencial causaram a morte de 918 pessoas, principalmente nas cidades de Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis.

Na Região Serrana do estado do Rio de Janeiro, em 2011, violentos deslizamentos de terra causados por uma chuva torrencial causaram a morte de 918 pessoas, principalmente nas cidades de Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis.

Alguém foi responsabilizado? A ajuda chegou a quem deveria? Os prefeitos que declaradamente usurparas as verbas públicas de socorro às vítimas do desastre foram punidos. Outra vez… NADA!

E há mais de 3 anos, em 2013, tivemos o incêndio na Boate Kiss em Santa Maria (RS). 242 mortes confirmadas, cerca de 680 vitimados que sobreviram aquele inferno de fogo e fumaça tóxica. Lutou-se, lutou-se e ainda se luta pela punição de algum culpado. Mas será que há algum? Teria sido obra simplesmente de Satã. Não… aqui nos consagramos como o País das Tragédias. Imagina se “deus não fosse brasileiro”, como seríamos? Provavelmente, terra nua e inóspita como os desertos marcianos.

(E eu fiz questão de grafar “deus” em minúsculas, porque não é nesse “deus” que eu creio. Ele não pode ser responsabilizado pelas nossas mazelas terrenas.)

Mariana irá se juntar a essas que citei acima, como a tantas outras que a (pouca) memória brasileira faz questão de esconder na sua triste história:

– o incêndio do Gran Circus Americano, em Niterói (RJ), 1960;

– o incêndio do Joelma, São Paulo (SP), 1974;

– o desastre do AirBus da TAM, São Paulo, (SP), 2007;

– rompimento da barragem de Algodões (PI), 2009;

  [esta inclusive muito pouco comentada aqui no Centro-Sul do país, pois ocorreu numa região desprovida de qualquer assistência política, social e econômica. Contudo, MATOU nove pessoas e as causas nunca foram bem apuradas!]

– o deslizamento do Morro do Bumba, Niterói (RJ), 2010.

Pagamos muito ao nosso sistema judiciário, mas esse não reverte os tributos à nossa sociedade como ela merece. As razões… eu deixo aos teóricos e estudiosos do assunto para me apresentarem.

November 5, 2016 - Posted by | Life in general, Uncategorized | , , , , , , ,

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: