SVicente's Blog

Follow me and you'll know what I like to do

Ciclista morreu atropelado em BSB na L2 norte – a 95km/h

Mais um caso lamentável de um amigo nosso de 2 rodas que tem sua vida brutalmente interrompida por um “maluco” que trafegava a 95km/h numa via urbana. Eu conheço a L2 – ali não tem necessidade nem muito menos de condições de circular numa velocidade tal como essa! É um absurdo (foi dia 21/out/17).

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2017/11/07/interna_cidadesdf,639155/motorista-de-18-anos-que-atropelou-raul-aragao-trafegava-a-95-km-h.shtml

A informação consta do laudo criminalístico da Polícia Civil do Distrito Federal, divulgado na manhã desta terça-feira (7/11).

O Brasil precisa rapidamente fazer cumprir as suas leis de trânsito (nem tem papo de ser mais severo, aumentar as penas). Precisa só fazer CUMPRIR. É homicídio doloso – assumiu o risco de matar alguém. Até quando???!!!

Ciclista Raul Aragão, membro da ONG Rodas da Paz, morreu após ter sua bicicleta atingida na L2 Norte, em 21 de outubro

 

 

 

Advertisements

November 7, 2017 Posted by | Bike, Life in general | , , , | Leave a comment

Niterói ganha seu primeiro bicicletário

Não tem que ser dita outra coisa:

  • PARABÉNS, Prefeito Rodrigo Neves! 
  • Por tirar esse desejo – de todos os ciclistas que pedalam em Niterói e redondezas – do papel para a obra de fato concluída.

O bicicletário é moderno e oferece um bom conforto diante dos padrões nacionais.

Mais um marco para o movimento cicloviário/cicloativista dos niteroienses. Agora é desfrutar e esperar que novos espaços como este floresçam na cidade e sirvam de exemplo para as cidades vizinhas e muitos outros prefeitos de municípios do País.

Vou deixar aqui o link do post que saiu no Blog do Axel Grael dando todos os detalhes para quem se interessar. Vale a pena ler.

March 31, 2017 Posted by | Bike, Life in general | , , , , | Leave a comment

Mapa ciclístico – S.Paulo (CET)

http://cetsp1.cetsp.com.br/mapabasico/map.aspx?map=infraciclo

CET Infraestrutura Cicloviária

CET Infraestrutura Cicloviária

November 30, 2016 Posted by | Bike, Life in general | , , , , | Leave a comment

O meu prazer, agora é risco de vida…

Nunca esta letra do Cazuza foi tão atual como nos dias de hoje, meu pessoal. Vivemos no país da insegurança, da impunidade, do inimaginável se tornando (sur)realidade. Não podemos ter o que queremos, andar onde quisermos, ocupar os espaços públicos. Pergunto: isto é viver?! Temos cidadania? Ou só fazemos de conta que somos um povo realmente **livre**.

Livre de quê? Do medo de sair às ruas e voltar em segurança às nossas casas? Seja a passeio, para uma prática esportiva, um lazer ou simplesmente a trabalho. A vagabundagem está solta por aí e não alivia ninguém.


Não merecemos ser esfaqueados por querer pedalar nossas ‘magrelas’.

Esta tragédia capitulada com o médico Jaime Gold, esfaqueado enquanto pedalava na Lagoa, entra para as estatísticas de latrocínio após muitas outras e, sem querer ser pessimista, não será a última, muito pelo contrário.

Eu estava pesquisando um pouco agora por esse tema no Google e olha o que achei:

Ciclista esfaqueado no Aterro do Flamengo – isso foi em Jan/2014. Ou seja, há mais de um ano atrás. Numa série de eventos naquela data. E o que fizeram de lá pra cá? NADA!!! Ou seja, tragédia anunciada. Lembro do tempo que às vezes ia ou voltava pelo Aterro para ir ao trabalho, já se vão quase 5 anos. Era perigoso. Mais ou menos como agora. Vi alguns roubos a pedestres, dois a “pedalantes”, nunca se podia fazer nada; quando se tentava correr atrás os vagabundos se escondiam que nem ratos no esgoto, já conheciam as “bibocas” por onde sumiam. E Polícia de vigilância que é bom, pouco se via! Quase sempre eu preferia me arriscar em voltar por entre os carros e o trânsito, depois de certa hora menos pesado, do que me arriscar a pedalar ou correr naquele Aterro – deserto e sinistro.

Na Lagoa era a mesma coisa. Escura em alguns trechos, cheia de elementos suspeitos pela ciclovia, a gente sempre passava com medo. Vi menos casos sinistros, mas posso lembrar de alguns. Gente gritando porque levaram o relógio ou o celular.

Eu não sei aonde iremos parar. É um crime após o outro, num desfile de barbárie dos fora-da-lei e incompetência das ditas autoridades em segurança.

E esta opinião pessoal é compartilhada pelo noticiário da BBC para o Brasil na internet. Haja vista este post feito há 4 dias atrás. Leiam…

Outro dia em outra rede social, vi um comentário que assusta: “- Parece que a tendência aponta para dias cada vez mais violentos nos centros urbanos.” Será mesmo? Vamos assistir passivamente esta escalada sem freio de mortes, roubos, assassinatos?

Nada a fazer? Só ficarmos cada vez mais trancados dentro das nossas casas como nos tempos das cavernas que vivíamos acuados pelas feras que nos espreitavam quando saíamos a cata de alimentos (agora para trabalhar)?? [Mas as feras matavam pelo instinto de sobrevivência e estes bandidos animais, matam por quê?! Seria pelo mesmo…?]

Estamos regredindo sem perceber, dia após dia.

[ Alguém me convença do contrário, eu agradeceria. ]

May 25, 2015 Posted by | Bike, Life in general | , , , , , , , , , | Leave a comment

Se não tem ciclovia, a gente ocupa a via!!!

Bicicletada como parte do movimento “Massa Crítica” (Critical Mass) para reivindicar o direito de pedalar mais seguro nas ciclovias da cidade de São Paulo, que a prefeitura pretende ampliar. Uma promotora do MP Estadual resolveu “mandar parar”. Só que a liminar dela acabou “caindo” durante o movimento.

É isso, galera! ” ” Se não tem ciclovia, a gente ocupa a via!!”

[ Link para as fotos no meu Picasa ]

 

March 31, 2015 Posted by | Bike, Life in general | , , , | Leave a comment

Acidente gravíssimo em Ciclovia de BH (Pampulha)

Foi próximo à Igrejinha da Pampulha, vejam o vídeo https://www.facebook.com/video.php?v=936334593063331
e COMPARTILHEM.
Um “motorista” (?! difícil enquadrá-lo nesta categoria…) ignorante, em um veículo do Governo de Minas, parado na ciclovia. Quando o ciclista Thiago Muniz foi conversar com ele para saber porque estava ali parado, de forma brutal atropelou e danificou a magrela. Um absurdo!!! Falta muita educação ainda no nosso caótico trânsito.

HMH2297 é a placa desta "besta". Anotem por favor.

HMH2297 é a placa desta “besta”. Anotem por favor.

November 1, 2014 Posted by | Bike, Life in general | , , , , | Leave a comment

Dia Mundial Sem Carro e os reflexos no cicloativismo da cidade de S.Paulo

Após o dia de ontem (22/09) em que “comemoramos” o Dia Mundial Sem Carro…

(sim: coloquei entre aspas porque ainda não há motivos para se comemorar, apenas o que lembrar. Sonho com o dia em que teremos o Dia Mundial Sem Bike, Dia Mundial Sem Transporte Público, pois assim a lógica da mobilidade urbana será outra!… Mas, voltando:)

Diversas notícias bombaram na mídia daqui da cidade a respeito do impacto causado pelas ciclovias/ciclofaixas recém-inauguradas e em processo de expansão pelo prefeito da cidade, Fernando Haddad.

Não obstante algum viés político que isso possa ter (proximidade das eleições) ou outras necessidades maiores do transporte público, temos que admitir que uma parcela da sociedade já ansiava por isto. “Menos carro, mais bicicleta”. Vias mais seguras para os cicloativistas. Eu tenho bem claro na minha cabeça que a bike sozinha não irá resolver o problema da mobilidade urbana nas metrópoles. Bicicleta é transporte individual como o carro, só que mais RACIONAL. Transporte público de massa é que altera a lógica do deslocamento urbano das pessoas nas grandes cidades.

Mas precisa ser dada a OPÇÃO ao menos. Isto o prefeito se dispõs a fazer e está fazendo; apesar das opiniões contrárias (o “choro é livre e democrático”).

A seguir vou passar alguns links mais importante do noticiário que andei lendo hoje sobre este assunto para enriquecer a discussão e formar opiniões. Quem tiver ou souber de mais alguma coisa, por favor, deixei nos comentários.

Um cicloabraço e rumo à São Paulo que gostaríamos de ter. Mais próxima de NY ou Amsterdam e menos de Pequim ou qualquer outra mega cheia de engarrafamentos e poluição provocada pela “carrodependência”.

Brasil Post – Renato Guimarães – 

As reações às ciclovias e uma nova lógica de cidade

Rede Brasil Atual

Secretário acredita que número de ciclistas vai triplicar em São Paulo

EMPRESAS & NEGÓCIOS

Prefeito Haddad promete ciclovias em todos os bairros de São Paulo

PrefeitoHaddadDiaMundialSemCarro

Zero Hora

Haddad promete ciclovias em todos os bairros de São Paulo

Portal G1

Dentista vende carro, guarda dinheiro e passa a caminhar e usar bicicleta

E, por último, a MELHOR DE TODAS pra mim (uma notícia que saiu no Estadão há cerca de um ano atrás…)

País rico NÃO é aquele que pobre anda de carro

September 23, 2014 Posted by | Bike, Life in general | , , , , | Leave a comment

CBN: … construção de ciclovias continua sem integrar bikes ao sistema de transporte público

Foi veiculado neste Sábado, 15/02/2014, 06:00

Mercado de bicicletas cresce no Brasil, mas construção de ciclovias continua sem integrar bikes ao sistema de transporte público

Ouça: http://cbn.globoradio.globo.com/editorias/pais/2014/02/15/MERCADO-DE-BICICLETAS-CRESCE-NO-BRASIL-MAS-CONSTRUCAO-DE-CICLOVIAS-CONTINUA-SEM-INTEGRA.htm#ixzz2tWo7PYDM

Vendeu-se 4x mais bicicletas no ano passado, mas… TEM LUGAR PRA GENTE PEDALAR!?

Ciclofaixas em SP: não serve para quem usa como transporte ativo (os chamados cicloativistas). Só pra passear mesmo aos domingos…

Na matéria são citadas as cidades do Rio, São Paulo, Vitória. É sempre aquela estória, as pessoas não aceitam ainda a bicicleta como meio de transporte. Muitas até têm preconceito, acham coisa de “segunda classe”. Falta estacionamento, não pode entrar no metrô, no trem, na barca. (Bom!… aí vc não consegue nem entrar com seu “corpo” quanto mais com a “magrela”!!)

Achei interessante a iniciativa de Vitória onde implantaram um ônibus especialmente para carregar bicicletas e atravessar a Terceira Ponte, entre Vila Velha e Vitória. Mas paga: 1,25. (O cara que falou queria que fosse “de graça”, mas aqui no Brasil, m.véio, nem sonhando…) Outro disse que tenta usar a ciclovia lá na ZO no Rio, em Bangu. Eu já estive por lá uma vez, em Santa Cruz, achei triste. Não dá mesmo! Toda “quebrada”, tortuosa, um projeto de doido. Cara!… até a ciclovia do Aterro (do Flamengo) era ruim em certos trechos. Não sei se melhoraram. Tomara! E ciclovia aqui em Sampa?!… uma piada. Nem se fala, o cicloativista sofre. Que se dane. Por isso, pedalar todo dia é uma aventura: “esporte radical”.

Uma especialista em mobilidade urbana alertou para o fato de que na Europa passaram-se décadas até esta consciência pela integração da bicicleta ao espaço urbano fazer parte do quotidiano da sociedade (A Holanda não é o que é hoje, assim, do nada…). Mas eles têm lá os seus problemas – veja neste link (embora eu preferisse que este fosse o nosso dilema, como estacioná-las).

Na Holanda não dá mais pra parar as magrelas de tanto que eles usam!!!

Aqui leva pelo menos 2 gerações, talvez 3… no ritmo que vai. Não existe política pública para isso. Não tem política pública nem pra transporte de massa decente, quanto mais pra bicicletas. Eu não alimento ilusões.

No final falou-se que 1.455 ciclistas morreram em 2011 nos acidentes de trânsito envolvendo bicicleta. Caramba! Como se morre neste país de forma absurda. (Queria saber esta estatística atualizada para 2013) É bom se cuidarem.

February 16, 2014 Posted by | Bike, Life in general | , , | Leave a comment

Mais um amigo que perdemos pras SUVs

É, lá se foi mais um jovem de 15 anos que gostava de abusar do seu direito de pedalar, fazia de forma saudável o seu deslocamento. E veio uma SUV fdp destas e lhe roubou a vida. Que me desculpem os motorizados mas dá um dó mesmo. É muita tonelada pra se enfrentar. Precisamos mesmo disso?

Aconteceu na região de Indaiatuba (próximo a Campinas), na Rodovia José Boldrim.

Vejam a reportagem http://tvsolcomunidade.com.br/site/?p=40453

Foram 2 meninos atropelados, um de 14 outro de 15. No vídeo fala que só o de 14 faleceu. E o de 15 estava gravíssimo…

July 2, 2013 Posted by | Bike, Life in general | , , , , | Leave a comment

Choque de realidade: Holanda cria ciclovias com faixas que ‘acendem’ e pistas aquecidas

É, meus amigos cicloativistas e motorizados: enquanto a gente está aqui discutindo, se manifestando, “perdidos” no que fazer para melhorar o transporte público, a mobilidade urbana na “Terra Brazilis” nossos amigos holandeses estão em **outro planeta** preocupados em fazer ciclovias que “se iluminam” e mantém o piso aquecido para poderem circular durante o inverno. É mole?!?!

Vejam o vídeo. Quanta diferença. O céu e o inferno. Você escolhe.

>> Eles pensam onde vão querer estar daqui a 20 (VINTE!) anos. Enquanto nós… (não sabemos o que vai ser daqui a 20 dias…)

June 25, 2013 Posted by | Bike, Life in general | , , | Leave a comment